Blog

O que é moda sem gênero e como encontrar o seu estilo?

Já faz algum tempo que os desfiles de roupas têm mostrado uma tendência para a moda sem gênero, tanto para o público adulto, quanto para o infantil.

A nova geração vem mostrar que o gênero não determina o tipo de roupa e que qualquer peça pode se encaixar no vestuário masculino e feminino. 

Por isso, a moda sem gênero está em alta e passa a ter espaços em todos os guardas-roupas. 

A moda genderless, como também é conhecida, permite que você encontre seu estilo de forma confortável e elegante. Continue lendo nosso post e saiba mais sobre esse assunto!

Como surgiu a moda sem gênero?

Joanna Burigo, especialista em gênero, fundadora do projeto Casa da Mãe Joanna, colunista da Carta Capital e professora da Ecole explica que a moda sem gênero ilustra o resultado de um debate popular das questões de gênero, o quanto é uma estrutura de poderes de opressão. 

No entanto, não podemos afirmar que a moda sem gênero surgiu a partir disso, mas podemos pensar que há uma diluição das normas rígidas do que é masculino e o que é feminino.

Para ela, existe hoje um pouco mais de fluidez no nosso imaginário que acabou se traduzindo em inclusão nesse universo, dessa perspectiva de mundo menos pautada em uma divisão binária. 

Há uma mudança de paradigma do nosso entendimento do que significa o gênero e o sexo, ou seja, conseguir como sociedade perceber que na formulação da personalidade essas questões surgem de forma separada. 

Segundo Joanna, hoje temos vivido uma reflexão muito maior sobre o assunto, estudos de gênero, o ativismo LGBTQ+ (gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transsexuais, queer) e a perspectiva teórica feminista. 

Portanto, todas essas questões acabaram alçando voos e trouxeram novos discursos, contestando a cis-heteronormatividade, que é a ideia de que existe apenas um jeito de ser saudável e feliz.

Esse jeito único inclui: ser uma pessoa heterossexual e cis, ou seja, estar em total acordo com o gênero atribuído no nascimento. 

Mudanças de estilo nos famosos e a moda sem gênero

A quebra desses conceitos também chegou com Coco Chanel. Ela foi a primeira mulher a se vestir e criar modelos femininos utilizando calças e blazers, no início do século XX.

A partir disso, atrizes famosas como Marlene Dietrich, Katherine Hepburn e Greta Garbo foram pioneiras em aparecer em público vestindo calças

Na época, Marlene Dietrich foi, inclusive, notificada pela polícia francesa porque as mulheres eram proibidas de usar calças em lugares públicos. 

Foi em 1960 que surgiu a moda unissex, onde as mulheres aderiram aos cabelos curtos e aos ternos, mas, mesmo assim, ainda existiam os modelos masculinos e femininos.

De lá para cá, as peças foram se popularizando e os paradigmas da ideologia de gênero estão sendo desconstruídos.

Em 2014, a atriz Angelina Jolie roubou a cena no tapete vermelho do BAFTA (British Academy Film Awards), em Londres, vestindo blazer, calça social, gravata borboleta e salto alto. Arrasou!

Atriz Angelina Jolie com terno e gravata borboleta aberta em evento Bafta moda sem gênero
Fonte: Fatos e Makes

Jaden Smith, filho do ator Will Smith, adotou os vestidos, encontrando um estilo de vestir que promove o seu conforto e bem-estar. 

Artistas como David Bowie, Kurt Cobain e Jared Leto também ganharam as mídias por adotarem vestidos e saias em seus guarda-roupas.

O importante é a liberdade de vestimenta e escolha!

Ator e cantor Jaden Smith com conjunto de blazer e saia moda sem gênero
Foto: Teen Vogue

Como as consultoras de imagem podem auxiliar um cliente que busca a moda genderless?

Para Joanna, o primeiro passo é deixar de lado todo o conhecimento de estilo por um momento e tentar entender por que é importante para a pessoa se expressar como alguém sem gênero. 

Por que é relevante para ela? O que esse assunto chama mais atenção dela? O que ela está buscando manifestar e por que?

É importante a consultora estar consciente sobre essas questões e por que a pessoa está decidindo se expressar de modo a contemplar gênero como categoria.

Como encontrar o seu estilo genderless?

No que diz respeito à moda sem gênero, essa tendência deixa de determinar o que se deve ou não usar. 

As roupas são pensadas para pessoas e não mais para homem ou mulher. 

Além disso, cada peça respeita a individualidade e a particularidade do corpo e tem como objetivo proporcionar conforto, além de trazer elegância ao visual.

Cores e modelos não têm sexo, e cada pessoa cria o seu estilo com a cor que mais agrada e com a peça que mais lhe cai bem. 

Abandonar de vez os conceitos que determinam masculino e feminino e, simplesmente, vestir bem, fortalecendo a autoestima e facilitando a rotina diária. Essa é a proposta da moda genderless

Queremos saber se você utiliza peças genderless! Conte sua experiência nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 20 =