Blog

Morfologia corporal: como trabalhar a aceitação na consultoria de Imagem?

mulheres-praia-morfologia-corporal

Vamos conversar sobre morfologia corporal?

Quem é consultora de imagem e se propõe a trabalhar com um processo de consultoria de maneira disruptiva, não pode passar pela etapa de análise da morfologia corporal sem uma desconstrução – quase que integral – sobre como tradicionalmente é feito esse atendimento. 

Talvez essa seja uma das etapas  mais difíceis para algumas clientes. Estamos falando aqui sobre encarar-se frente ao espelho de verdade, sobre lidar com o que “pode e não pode” na hora do vestir, sobre regras impostas que questionam a beleza dos corpos. Encontramos aqui a frustração das clientes que tem o “sonho de usar um cropped”, mas dizem não possuírem o corpo ideal para isso. São muitas as dores, as queixas e as limitações que as mulheres trazem relacionadas aos seus corpos e as possibilidades de vestimentas. 

E quando o foco da entrega da consultoria se propõe a ir muito além do vestir, pautando a autoestima e o amor próprio, é fundamental que se ressignifique tudo: desde as ferramentas utilizadas, até a abordagem e a escuta ativa potencializada. Mas, além disso, o principal a ser feito é o questionamento sobre a necessidade de correções visuais e o equilíbrio estético para seu cliente. 

É isso mesmo, cara consultora. Se você está convicta sobre fazer uma entrega com esse foco, é preciso, inclusive, deixar de lado o equilíbrio estético, as regrinhas de “alonga, aumenta e diminui”, e entender o momento e a relação da sua cliente com o próprio biotipo corporal, incentivando ela a se aceitar e possibilitando o uso de peças que ela deseja, mesmo que essa não seja a “indicação padrão” para as suas formas. É esse o caminho ideal para essa etapa. 

Veja nos links a seguir algumas dicas de atendimento sobre consultoria de imagem plus size.

Morfologia corporal: saiba mais sobre a metodologia da Ecole

Aqui na Ecole, nossa metodologia aborda a “técnica do espelho”. Eliminamos a medição e, ao contrário, trazemos para jogo a nossa fita body positive. Além disso, escutamos os desejos das clientes sobre usar determinadas peças, indo além dos estudos sobre morfologia corporal e partindo para o ensinamento de que, além de vestir-se bem, é preciso primeiramente se amar e se aceitar

Confira no link a seguir como trabalhar as temáticas “padrão de beleza” e “auto aceitação” em consultorias de imagem.

Potencializamos os pontos positivos, desconstruirmos os corpos inalcançáveis e fazemos o possível para entregar o que antes era algo inimaginável para elas. E essa é a nossa principal realização: uma metodologia que desconstrói a cultura do rótulo, valoriza as diferenças e fortalece a personalização. 

Quando escolhemos ser um veículo positivo de transformação na vida do outro, nossa atuação passa a fazer mais sentido. Nos abastecer da autoconfiança do cliente e do seu verdadeiro desenvolvimento é um caminho sem volta. Não é algo mais fácil, pelo contrário, requer muito estudo, dedicação, ferramentas e metodologia diferenciada. 

Trata-se de uma desconstrução e de uma aceitação primeiramente nossa. Na prática, é mais gratificante ainda. Temos certeza e falamos isso com conhecimento de causa. A Ecole sempre está aqui para pensar diferente, fazer diferente e trazer esse olhar que tanto se assemelha à nossa identidade. 

Acesse o link a seguir para conhecer mais sobre o curso online de morfologia corporal da Ecole.

 Texto: Vandressa Pretto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *